terça-feira, 21 de maio de 2013

Alguma coisa acontece no meu coração.

Quando ele esteve lá, naquele carro, naqueles trilhos, queria apenas sentir o frio na barriga e o calafrio na espinha, queria apenas sentir-se de ponta cabeça, andar de costas, o vento, o tempo... Quando ele esteve lá, saltando daquela altura, sem saber o que lhe esperava abaixo, sem ver o que lhe esperava abaixo, além das nuvens, além de seus pés que não tocavam nada, se não ar. Quando ele esteve lá, a pedindo em noivado, sem se preocupar com as palavras que poderiam ser ditas, sem se importar com a porcentagem, a sorte ou o azar, nem quando esteve lá, naquele altar. Quando ele esteve lá, montado naquela motocicleta, atravessando fronteiras e pilotando sem rumo, buscando apenas um lugar manso para o seu coração, quando esteve lá, naquela beira de estrada, onde o sol tocava a terra seca e desértica, foi quando esteve lá, na beira da chuva, na entrada do bar, foi quando esteve lá, no início dos fogos, na saída do hospital, foi quando esteve lá, fora da angústia, quando se entregou a tudo, menos ao que o consumia, quando esqueceu do resto, das dores, do choro, da lástima, da novela, foi quando saiu de lá, daquele pequeno instante que o aturdia... Foi quando ele esteve lá, na vida, vivendo, sentindo, lutando, que foi quando ele esteve... Pois quando se está em algum lugar, se é alguma coisa.

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Powerade Coupons